Inteligência Artificial
05/02/2018
Piscinas de Container
21/02/2018
Mostrar

Edifício Floresta Vertical

 
Stefano Boeri Architetti projeta primeiro edifício de habitação social com floresta vertical
 
O novo projeto de habitação social de Stefano Boeri Architetti é o primeiro edifício deste tipo a integrar uma floresta vertical em uma torre residencial popular, oferecendo um espaço mais agradável para seus moradores. A estrutura verde, que será construída na cidade de Eindhoven, contará com 5.200 arbustos e 125 árvores plantadas ao longo de seus 75 metros de altura.
 
O edifício conhecido como "Trudo Vertical Forest" abrigará 125 unidades para pessoas de baixa renda, especialmente famílias jovens. Cada unidade contará com uma varanda repleta de verde, árvores e arbustos construindo uma floresta ascendente em meio à cidade.
 
 
O novo projeto de habitação social de Stefano Boeri Architetti é o primeiro edifício deste tipo a integrar uma floresta vertical em uma torre residencial popular, oferecendo um espaço mais agradável para seus moradores. A estrutura verde, que será construída na cidade de Eindhoven, contará com 5.200 arbustos e 125 árvores plantadas ao longo de seus 75 metros de altura.
 
O edifício conhecido como "Trudo Vertical Forest" abrigará 125 unidades para pessoas de baixa renda, especialmente famílias jovens. Cada unidade contará com uma varanda repleta de verde, árvores e arbustos construindo uma floresta ascendente em meio à cidade.
 
 
A integração da vegetação na arquitetura, neste caso na fachada de um edifício em altura, colabora com a neutralização da poluição, absorvendo o dióxido de carbono da atmosfera. O Trudo Vertical Forest também foi concebido como um ecossistema próprio e autêntico que reúne mais de 70 espécies diferentes, colaborando com a prosperidade das plantas e animais, promovendo o desenvolvimento da biodiversidade dentro de Eindhoven.
 
O projeto da torre de Eindhoven é uma prova de que é possível combinar soluções inteligentes para atender tanto a escassez de habitação popular quanto aos desafios das mudanças climáticas. Os parques urbanos não apresentam apenas melhorias no meio ambiente das cidades, mas também uma oportunidade para melhorar as condições de vida dos seus habitantes mais vulneráveis. - Stefano Boeri
 
O projeto fará amplo uso de pre-fabricação na sua construção, soluções técnicas avançadas foram pensadas para o sistema de fachada que incorporará a floresta vertical, otimizando os recursos naturais e viabilizando a construção desta inovadora proposta de habitação social.
 
 
Florestas verticais tem se tornado mais conhecidas desde que Stefano Boeri surgiu no mundo da arquitetura. Ele chamou a atenção para a importância destas propostas para o meio ambiente urbano através de uma publicação no mês passado, incentivando a construção de novos parques e jardins, florestas verticais e fachadas verdes. No vídeo ele afirma que "novas árvores e novos projetos sustentáveis podem colaborar com a purificação do ar poluído, reduzir drasticamente o CO2 na atmosfera, minimizando o consumo de energia e o efeito de ilha de calor nas cidades, além de aumentar a biodiversidade e tornar as cidades ambientes mais agradáveis, saudáveis e atraentes para se viver".
 
Milão, Nanjing, Paris, Xangai, Lausanne, Utrecht e Tirana já apresentaram projetos de florestais verticais propostos pelo escritório Stefano Boeri Architetti, inspirando os arquitetos a incorporar mais áreas verdes em seus projetos urbanos.
 
 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *